Scroll Top

PROJETO TRAÇAR A MEMÓRIA FOI TEMA DA SESSÃO DAS TARDES COMUNITÁRIAS

CANTANHEDE

O projeto Traçar a Memória foi o tema de mais uma sessão das “Tardes Comunitárias: Dar Mais Vidas aos Anos”, que decorreu esta quarta-feira, 19 de outubro, na Biblioteca Municipal de Cantanhede.

A iniciativa contou com cerca de 30 participantes, que tiveram a oportunidade de conhecer melhor os objetivos deste projeto municipal iniciado em 2006 e o seu desenvolvimento até à atualidade.

A intervenção esteve a cargo de Maria Teresa Paixão, bibliotecária municipal e um dos elementos do Município associado ao projeto. 

No decurso da sessão foi exibida uma entrevista de vida realizada a Maria Dorinda dos Santos Silva, de Cantanhede, que deu o seu testemunho vivencial. 

Maria Dorinda dos Santos Silva reside em Cantanhede, onde nasceu em 1932. No âmbito da entrevista realizada em março de 2022, partilhou muitos episódios da sua vida, desde a infância até aos dias de hoje, bem como factos relacionados com as vivências das gentes de Cantanhede no século XX.

No final da sessão das Tardes Comunitárias, houve ainda tempo para os participantes trocarem algumas impressões sobre vários assuntos.

Através do projeto Traçar a Memória do Concelho de Cantanhede já foram recolhidas mais de 5.600 fotografias, para além de vídeos e documentos diversos como, por exemplo, cartazes, textos, recortes de imprensa, plantas e mapas.

Posts relacionados