Scroll Top

PRESIDENTE DA JS DE MIRA IRÁ LIDERAR CONGRESSO DA FEDERAÇÃO DISTRITAL

MIRA

Decorreu ontem, dia 4 de novembro, a Comissão Política Federativa da Juventude Socialista, na sede  do Partido Socialista em Coimbra, numa reunião que – entre outros assuntos – pretendia eleger a  Comissão Organizadora do Congresso Federativo Distrital da JS (COCF). Depois das eleições das  Concelhias, as atenções concentram-se agora no Congresso que elegerá a nova Federação Distrital da  JS. 

Neste sentido, o Presidente da Juventude Socialista de Mira, Manuel Conceição, apresentou a sua  candidatura à Presidência da COCF que foi eleita por unanimidade pelos elementos da Comissão  Política, o que prova, segundo comunicado da JS de Mira, “o capital político” e a “elevada confiança e  respeito” que a JS de Mira conseguiu ganhar no panorama distrital. Referem, por último, que a este  cargo “prestigia osJovens Mirenses por conseguirem ter alguém próximo das decisões a nível distrital”. 

Numa nota de imprensa enviada à nossa redação, Manuel Conceição explica que surgiram alguns  contactos no sentido de avançar para a candidatura, apesar de afirmar que “não estava pensado nem  era uma ambição, mas um pouco por todo o Distrito senti essa vontade, e decidi avançar.”. O facto de  ter sido eleito por unanimidade pelos seus pares, segundo o Presidente “Foi uma enorme surpresa,  até porque têm sido sempre eleições disputadas. Creio que isto é uma afirmação e uma vontade  inequívoca da Comissão Política na minha pessoa, restando-me agora honrar o voto de confiança dado  pelos meus colegas”. 

Relativamente ao Congresso, Conceição diz que ficou já decidido que se realizaria na Lousã e que a sua  expetativa é a de que se “prove, mais uma vez, que os Jovens têm de fazer parte das decisões a nível  local e nacional. Não chega existirem Conselhos Municipais da Juventude, precisamos de muito mais  voz dentro dos órgãos, e a JS de Mira, aliás, será a voz disso no Congresso.”. 

Em Coimbra, ao que conseguimos apurar, Daniel Azenha comunicou nesta Comissão Política a sua  disponibilidade e intenção na recandidatura aos órgãos federativos. O Ex-Presidente da Associação  Académica de Coimbra poderá avançar para o seu segundo mandato à frente dos destinos da  Federação, tendo – em 2021 – contado com o apoio do Presidente da JS de Mira na sua candidatura.

Posts relacionados