Scroll Top

PRAIA DE MIRA CONTA COM 37 ANOS DE BANDEIRA AZUL

MIRA

A Praia de Mira voltou a ver confirmado o seu estatuto de única zona balnear marítima do mundo a receber a Bandeira Azul desde que existe este reconhecimento. 

As praias de Mira e do Poço da Cruz conseguiram arrecadar, por mais um ano, o Galardão da Bandeira Azul, sinónimo de qualidade ambiental, criado em 1987 pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), que atribuiu, este ano, a 37ª Bandeira Azul à Praia de Mira e a 17ª Bandeira Azul à praia do Poço da Cruz.

“É um orgulho conseguirmos manter a Bandeira Azul na Praia de Mira ao longo de 37 anos. A Praia de Mira é uma referência mundial com “selo” de qualidade ambiental, a única no mundo a ostentar a Bandeira Azul desde que o galardão é atribuído”, refere Raul Almeida, presidente da Câmara Municipal de Mira, destacando que a praia do Poço da Cruz, foi também ela contemplada pelo 17º ano consecutivo com o galardão.

O autarca realça ainda “o importante papel dos colaboradores do Município de Mira e de todos os que trabalham diariamente para que as nossas praias estejam nas melhores condições para receber quem nos visita. Este galardão, a par com o prémio 5 estrelas na categoria praias, vem contribuir para o reforço do reconhecimento da qualidade de excelência de ambas as praias do nosso concelho”.

A Bandeira Azul é o galardão atribuído, anualmente, às marinas/ portos de recreio e praias que satisfaçam um conjunto de critérios no âmbito da educação e informação ambiental, gestão ambiental, segurança e qualidade da água balnear.

Este ano foram reconhecidas 394 Praias, 17 Marinas e 21 Embarcações Ecoturísticas galardoadas com Bandeira Azul pelo Júri Internacional em 2023, no total de 432 Bandeiras Azuis atribuídas.

Entretanto já estão a ser programados todos os trabalhos preparatórios de forma a garantir a qualidade, limpeza e segurança das duas praias, durante a época balnear que se aproxima. “Regularização das areias, ações de educação ambiental e de limpeza das areias, a melhoria das acessibilidades, segurança das praias, entre outros trabalhos, estão a ser programados para que a época balnear corra dentro da normalidade e que as nossas praias sejam novamente escolha de muitos turistas”, sublinha Raul Almeida, presidente da Câmara Municipal de Mira.

Em 2023, o Programa Bandeira Azul, sem esquecer o mar e as ameaças à sua biodiversidade, pretende olhar para baixo e trabalhar sobre outro tipo de diversidade, a Geodiversidade. No ano em que se assinala pela primeira vez o Dia Internacional da Geodiversidade, uma iniciativa portuguesa, a Bandeira Azul propõe-se a contemplar a natureza que existe no mundo das formações rochosas, dos afloramentos e dos assoreamentos. Uma natureza que é património e vale a pena conhecer, compreender e preservar.

Posts relacionados