Scroll Top

POLÍTICAS MUNICIPAIS DE APOIO À FAMÍLIA RECONHECIDAS HÁ 15 ANOS CONSECUTIVOS 

CANTANHEDE

A vereadora da Ação Social e Saúde, Célia Simões, esteve na última quarta-feira, 6 de dezembro, em Coimbra, para receber, em representação do Município de Cantanhede, a bandeira verde de “Autarquia Familiarmente Responsável”, atribuído pela Associação Portuguesa de Famílias Numerosas. 

Recorde-se que Cantanhede integra o restrito lote dos seis Municípios que têm vindo a ser reconhecidos a esse nível desde a primeira edição do projeto, sendo aliás o único da região de Coimbra nessa situação.

Este reconhecimento do Município de Cantanhede como Autarquia Mais Familiarmente Responsável traduz a apreciação muito positiva das políticas que temos vindo a implementar neste domínio tão complexo e que pressupõe intervenções a vários níveis”, refere a presidente da Câmara Municipal, Helena Teodósio, que destaca os projetos de intervenção social orientados para as famílias mais fragilizadas económica e socialmente, “seja através de apoios pecuniários no âmbito de programas de apoio específicos, seja através de medidas favoráveis à minimização dos encargos a diversos níveis”.

Também a vereadora Célia Simões entende que esta distinção é resultado do “empenho contínuo da autarquia em intensificar os meios para apoiar as famílias socialmente mais fragilizadas e em criar mecanismos tendentes a reforçar a coesão familiar como fator decisivo do bem-estar social da comunidade”.

O estatuto de “Autarquia Familiarmente Responsável” resulta de um conjunto de medidas já implementadas no Município, entre as quais o incentivo à natalidade, que este ano reforçou a comparticipação a atribuir às famílias, a introdução do designado IMI Familiar, traduzido numa redução deste imposto para os agregados familiares beneficiários, assim como outros programas de intervenção social orientados para as famílias mais vulneráveis, seja através de apoios pecuniários, seja através de medidas favoráveis à minimização dos encargos a diversos níveis.

Além disso, a autarquia desenvolve outros programas de intervenção como o Regulamento Municipal de Atribuição de Subsídios às Famílias em Situação de Extrema Carência Económica do Concelho de Cantanhede, do Cartão Abem (para acesso a medicamentos de forma gratuita) e do Banco de Voluntariado, sem esquecer as ações de intervenção social em parceria com entidades locais e regionais, nomeadamente a CPCJ de Cantanhede, o CLDS Cantanhede 4G, o VirtuALL, o Banco de Leite e o CuidiN.

Na edição deste ano do projeto “Autarquia Familiarmente Responsável” foram distinguidos 108 municípios, mais 13 face ao ano anterior.

Posts relacionados