Scroll Top

MUSEU TERRITÓRIO DA GÂNDARA RECEBEU MÁSCARAS E ORALIDADES AFRICANAS

MIRA

O Museu Território da Gândara recebeu as residências artísticas de dois grandes nomes do panorama editorial lusófono – Raja Litwinoff, responsável pela editora Falas Afrikanas e Zetho Da Cunha Gonçalves, um poeta angolano. 

Com a temática “Máscaras e Oralidades Africanas”, os alunos do Agrupamento de Escolas podem assistir a sessões sobre As Máscaras e os seus Universos, a partir da leitura de uma história da Costa do Marfim – “O Senhor da Dança”, de Véronique Tadjo. 

Raja Litwinoff orienta a exploração de máscaras provenientes de vários continentes (com fotos), abordando o seu caráter universal e simbólico, extrapolando, em seguida, esta realidade para as máscaras invisíveis, as personae, que todos nós, no nosso dia a dia, acabamos por envergar. 

Esta é uma iniciativa que decorre no âmbito da parceria do Plano Nacional das Artes do Agrupamento de Escolas de Mira com o Museu do Território da Gândara e o projeto Arte Conta, que conta com o apoio da Engagement Global e da Câmara Municipal de Mira. 

Assim, nos dias 27, 28, 29 e 30 de março, foram postas à disposição da comunidade dez sessões, que puderam ser assistidas de forma individualizada, mediante inscrição.

Durante a Residência Artística de Raja Litwinoff e Zetho da Cunha Gonçalves, decorreu também uma Feira do Livro, intitulada Máscaras e Oralidades Africanas, no Museu do Território da Gândara.

Posts relacionados