Scroll Top

CÂMARA MUNICIPAL DE CANTANHEDE APROVOU VOTO DE PESAR PELO FALECIMENTO DE DANIEL REGRA DIAS

CANTANHEDE

O executivo da Câmara Municipal de Cantanhede aprovou, na sua reunião de ontem, “um sentido e respeitoso voto de pesar” pelo falecimento, aos 26 anos, de Daniel Regra Dias, assinalando “o exemplo da sua conduta cívica, cultural e social pautada por princípios éticos e morais que devem reger a vida em comunidade” e sublinhando “o seu caráter simples e a forma afável, leal e íntegra com que sempre defendeu os seus ideais”.

O jovem faleceu no passado dia 17 de janeiro, vítima de doença prolongada, “ocorrência que deixou um sentimento de pesar e profunda consternação em todos quantos o conheciam”, refere a proposta apresentada pela presidente da autarquia, Helena Teodósio. O texto aponta ainda “a integridade e seriedade” de Daniel Regra Dias “em todas as facetas da vida de cidadão exemplar com intervenção cívica de relevo em várias instituições a que esteve ligado”, enfatizando o facto de ter exercido, “com brio e dedicação ao interesse coletivo, as atividades que desenvolveu em entidades do concelho, apenas motivado pela satisfação de servir bem a sua comunidade”. 

Daniel Regras Dias nasceu a 26 de março de 1996, tendo efetuado os seus estudos no ensino básico e secundário, em Cantanhede, após o que ingressou na licenciatura de Gestão de Empresas, na Coimbra Business School/ISCAC, onde concluiu também o mestrado em Auditoria Empresarial e Pública. Nas eleições autárquicas de 2021, foi candidato à Assembleia Municipal de Cantanhede pelo Partido Socialista, tendo sido eleito para o cargo que viria a suspender e posteriormente a renunciar devido ao problema de saúde que conduziu ao trágico desfecho do seu falecimento.

Com forte participação no associativismo estudantil, Daniel Regras Dias presidiu à Direção Geral da Associação de Estudantes do Coimbra Business School/ISCAC, a que juntou o cargo de presidente do Conselho Fiscal da Federação Nacional de Associações de Estudantes do Ensino Superior Politécnico e de presidente da Mesa da Assembleia Geral do ISCAC. Foi ainda membro do Conselho Geral e da Assembleia de Representantes da Coimbra Business School/ISCAC.

Envolveu-se também ativamente no movimento cultural desta instituição de ensino superior, designadamente na vertente musical, como membro da Tuna Mista, na qual evidenciou o talento de baterista com créditos firmados nos grupos musicais “The Hangover” e Banda Tempo.

Posts relacionados