Scroll Top

BOCO ASSINOU CARTA DE COMPROMISSO DE ADESÃO À REDE “ALDEIAS DE PORTUGAL”

VAGOS 1

Realiza-se, hoje, no Largo da Capela do Boco, a assinatura da Carta de Compromisso de Adesão, da Aldeia do Boco, à Rede “Aldeias de Portugal” entre a ATA – Associação de Turismo de Aldeia, a AIDA CCI – Câmara de Comércio e Indústria do Distrito de Aveiro / GAL Aveiro Sul e a Aldeia do Boco, representada pelo Município de Vagos e Junta de Freguesia de Soza.

Esta Carta de Compromisso, válida por um período de 4 anos, tem como objetivo definir o compromisso coletivo de valorização da aldeia do Boco, concretizando a sua adesão à Rede de Aldeias de Portugal, em conformidade com o previsto no caderno de normas das “Aldeias de Portugal” e com o Plano de Valorização da Aldeia. 

Ao aderir à Rede, a Aldeia do Boco compromete-se a assegurar a manutenção das condições que suportaram a classificação da aldeia, a manter o funcionamento do grupo de trabalho da Aldeia, a garantir o desenvolvimento do Plano de Valorização da Aldeia e à sua avaliação regular e a participar nas dinâmicas da rede, nomeadamente nos eventos promovidos pelas “Aldeias de Portugal”. 

A classificação da aldeia do Boco como Aldeia de Portugal, que visa valorizar as comunidades locais e as suas vivências, foi atribuída a 17 de julho de 2022 pela Associação de Turismo de Aldeia (ATA), num trabalho coordenado com o Grupo de Ação Local Aveiro Sul com o apoio do Município de Vagos, Junta de Freguesia de Soza e população do Boco.  

A etapa que se seguiu foi a construção do Plano de Valorização da Aldeia, num processo participativo com a comunidade local, onde foi definido um plano de atividades a desenvolver em 2023. Este plano foi elaborado no dia 25 de novembro de 2022, numa reunião de trabalho entre a comunidade local, a Junta de Freguesia de Soza, o Grupo de Ação Local (GAL Aveiro Sul) e a ATA (Associação de Turismo de Aldeia), no qual se contemplou a realização de diversas atividades como a Festa de Santo Inácio, a desfolhada à moda antiga e recolha de produtos agrícolas, a limpeza das levadas “Levadas limpas, Aldeia feliz!”, o Magusto na Aldeia do Boco, Workshops (como picar a pedra, roda da azenha, broa mimosa) e a Comemoração do Dia Nacional dos Moinhos (7 de abril). 

Umas das atividades de maior destaque é a “Tradições da nossa aldeia!” que contempla um conjunto de experiências dirigidas visitantes e turistas como as “Tradições nas Azenhas da Aldeia do Boco”, “Jante na Azenha!”, “Vida de um moleiro da aldeia/vida no Vale do Boco”, “Workshop Como fazer Broa Mimosa” e “Hoje há Carneiro de Santo Inácio”.  

Para ajudar no desenvolvimento e promoção das diversas atividades planeadas, está a ser criada uma associação local, em processo final de formalização, denominada “Pro.Boco – Associação de Promoção e Requalificação da Aldeia do Boco” que terá como propósito preservar e valorizar o património molinológico, material e imaterial, potenciando ao mesmo tempo a criação de emprego local e o desenvolvimento económico no lugar do Boco, em colaboração com as entidades locais.  Para além de promover atividades de âmbito cultural, turístico e natural, a Associação terá, também, como missão potenciar a manutenção do património molinológico, apoiar na reabilitação dos moinhos e dos elementos que lhe pertencem, preservar e valorizar as levadas e o barachão, contribuir para a inserção dos moinhos na rede de oferta turística do concelho, contribuir para o estudo, valorização e fruição dos recursos naturais e patrimoniais, entre outras.

Posts relacionados