Scroll Top

BIBLIOTECA MUNICIPAL DE CANTANHEDE ACOLHEU CONFERÊNCIA SOBRE SANTA TERESA D’ÁVILA

CANTANHEDE

Cerca de seis dezenas de pessoas assistiram, no passado dia 8 de março ,à sessão Santa Teresa d’Ávila: Mulher, Mística e Fundadora da Ordem dos Carmelitas Descalços, que se realizou no auditório da Biblioteca Municipal de Cantanhede. Integrada no projeto Tardes Comunitárias: Dar + Vida Aos Anos, a iniciativa contou com a presença da professora universitária jubilada, Nair Nazaré de Castro Soares, que integrou a mesa de honra na companhia de Pedro Cardoso, vice-presidente da Câmara Municipal.

Na sua intervenção, Pedro Cardoso, vice-presidente do Município de Cantanhede, destacou a coincidência da data e do tema “que assinalou o Dia Internacional da Mulher precisamente evocando a importância, o papel e o contributo da mulher para a construção de uma sociedade mais humana, através do conhecimento de uma figura notável e inspiradora como Santa Teresa d’Ávila”.

Para além da escolha para a sessão desta figura feminina ímpar e extraordinária que marcou a história, o autarca salientou ainda a importância da conferência pelas “qualidades humanas e intelectuais da oradora, Nair Castro Soares, prestigiada académica da Universidade de Coimbra e senhora de profundo saber sobre Teresa d’Ávila, sua vida e obra”.

O edil camarário com o pelouro da Cultura, destacou o exemplo desta “mulher que no séc. XVI foi um testemunho de coragem e de uma enorme capacidade de derrubar muros intelectuais, culturais, e questionar os poderes da época. Deixou um legado absolutamente impressionante”

“Doutora da Igreja pela relevância de suas obras e reconhecimento da importância dos profundos conhecimentos teológicos, mística, foi uma grande reformadora e fundadora de uma Ordem religiosa insigne e histórica, há que salientar que foi uma escritora genialíssima e fecunda, mestra de vida espiritual, incomparável na contemplação e infatigável na ação”, citou.

Nair Nazaré Castro Soares é licenciada em Filologia Clássica e doutorada em Literatura Latina – Literatura Neolatina do Renascimento pela Universidade de Coimbra. É Professora catedrática jubilada desta Universidade e, durante mais de uma década, diretora da linha de investigação “Idade Média e Renascimento” do Centro de Estudos Clássicos e Humanísticos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, de que é atualmente membro integrado. Autora de numerosas publicações e membro de diversas associações científicas nacionais e internacionais. Nair Castro Soares é membro de Mérito da Academia Portuguesa de História, Carmelita Secular (OCDS), em Coimbra, e consultora no Grupo de trabalho do Arquivo Irmã Lúcia, que publicou em 2022 o nº 1 da revista Memoriae. 

Santa Teresa d’Ávila (1515-1582) foi uma freira e mística católica. Viveu uma vida contemplativa e foi uma das reformadoras da Ordem dos Carmelitas Descalços.  Em 27 de setembro de 1970, o Papa Paulo VI proclamou-a uma Doutora da Igreja e reconheceu seu título de Mater Spiritualium (Mãe da Espiritualidade), pela contribuição que Teresa d’Ávila proporcionou à espiritualidade católica. Procurou pautar sempre a sua vida com verticalidade, vivendo na verdade e pela verdade, tudo fazendo com um generoso amor.

Posts relacionados