Scroll Top

AD ELO FINANCIA 3 PROJETOS EM MIRA NO VALOR DE 100 MIL EUROS

MIRA

Decorreu hoje, no salão nobre dos paços do concelho, a sessão de entrega dos contratos, e a apresentação dos projetos aprovados, no âmbito do aviso “Renovação de aldeias” do DLBC/Rural LEADER AD ELO.

A Associação de Desenvolvimento Local da Bairrada e Mondego (AD ELO), aprovou 3 candidaturas no território mirense num montante de investimento de 102 250,84€, correspondendo a um apoio público de 81 800,67€.

Os projetos agora apresentados, têm como objetivo principal a preservação e valorização do património cultural bem como a dinamização das comunidades e coletividades locais, onde as populações possam desenvolver atividades culturais, desportivas, bem como atividades de empreendedorismo social de base comunitária.

O projeto do Município de Mira com a designação “Mira Walking Trails”, consiste na expansão da rede de percursos pedestres, com 3 novas rotas, nomeadamente na Freguesia dos Carapelhos, Freguesia do Seixo e a Sul da Freguesia de Mira. O investimento de cerca de 73 mil euros abrange ainda o desenvolvimento de uma nova aplicação turística para utilização por parte de quem visita Mira.

A Comissão de Melhoramentos das Cavadas apresentou um projeto de 14 mil euros com vista à requalificação da sua sede (uma antiga escola primária), nomeadamente ao nível energético, com vista a uma melhoria no conforto nas suas insfraestruturas respondendo de forma mais eficaz aos seus associados e população.

“Terras da Gândara – Memórias, Saberes e Sabores”, foi também um dos projetos aprovados cujo promotor é a Associação Cultural e Recreativa do Seixo de Mira, com um investimento total de 15 mil euros. Este projeto assenta sobretudo no Património Imaterial da Região da Gândara, nas suas tradições, costumes, identidade e gastronomia.

O Presidente da Edilidade Mirense, Raul Almeida, congratulou a AD ELO pelo excelente trabalho que tem desenvolvido, enaltecendo também o papel do associativismo nas comunidades locais, dando exemplo dos projetos agora firmados com as duas associações presentes: “todos estes projetos, agora aprovados, são para nós muito importantes pela dinamização da economia, do associativismo e do turismo, no nosso território.”

Mário Fidalgo, diretor executivo da AD ELO, presente na cerimónia salientou que “o apoio dado por esta associação é fundamental, para que pequenos movimentos associativos locais possam ter acesso a financiamento, e dessa forma consigam desenvolver o seu trabalho junto das comunidades que representam.” Acrescentando que “a AD ELO, já aprovou e concretizou mais de 3 milhões de Euros ao abrigo Portugal 2020 no concelho de Mira”.

Posts relacionados