Scroll Top

PAUL DE ARZILA COM “REDE DE GUARDIÃS”

DO OUTRO LADO

No dia 10 de julho, o Paul de Arzila ficou mais protegido com a “Rede de mulheres guardiãs da natureza e desenvolvimento sustentável do mundo rural”. O projeto em curso, promovido pela Business As Nature, em parceria com o ICNF – Instituto da Conservação da Natureza e Florestas, I.P., e financiado pelo Fundo Ambiental, abrange oito áreas protegidas do país.

A vice-presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, Diana Andrade, marcou presença na iniciativa que se insere no Movimento das Mulheres pelo Clima, dos países de língua portuguesa para o mundo e, à conversa com a organização, reiterou que “o futuro que queremos deixar às próximas gerações é um trabalho diário que exige o compromisso coletivo e, neste sentido, a intervenção das mulheres é, sem dúvida, um fator decisivo para o a construção de uma sociedade cada vez mais consciente do seu papel transformador nas áreas das relações humanas e do meio ambiente”.

Recorda-se que a iniciativa foi apresentada no Centro de Interpretação da Reserva Natural do Paul de Arzila e que o projeto Rede das Guardiãs da Natureza e Desenvolvimento Sustentável do Mundo Rural foi apresentado para as Reservas Naturais do Paul de Arzila e das Dunas de S. Jacinto, passando a juntar-se à Reserva Natural do Estuário do Sado e aos Parques Naturais do Litoral Norte (concelho de Esposende); de Montesinho; da Serra da Estrela; do Vale do Guadiana; e da Ria Formosa.

 

Saiba mais sobre as “Guardiãs da Natureza em https://businessasnature.org/projetos/guardias-da-natureza/

 

 

Fotografias: Business As Nature

Posts relacionados