Scroll Top

OS SABORES DO CHEF: AS FLORES NA COZINHA 

Sabores do Chef

As flores além de alegrarem um vaso ou o jardim, enfeitam um prato, enriquecem-no com seu perfume e sabor. As flores são mais facilmente associadas à decoração, mas cada vez mais nos apercebemos do seu emprego na nossa alimentação e em bebidas.

Com muita frequência comemos flores sem o saber. Antes de usar flores na alimentação, deve certificar-se de que são decorativas ou comestíveis. Há espécies de flores que são tóxicas, se consumidas, trazem riscos à nossa saúde.  

Por esta razão, devem ser compradas em locais onde se garante fiabilidade e benefícios para a saúde.

As flores de abóbora ou de curgete, o amor perfeito, de alho ou cebolinha, a flor-de-mel, o amor-perfeito, são flores comestíveis como decorativas. As alcaparras são rebentos que se colhem antes de florirem, como as alcachofras.

Em todas as estações do ano há plantas e flores aromáticas, sobretudo na primavera ou no verão no horto, o jardim, no quintal. As margens do Rio Ave, são um regalo aos olhos e uma preciosa despensa para quem desejar desfrutar da sua beleza.

Todas as flores das ervas aromáticas, normalmente minúsculas, têm um aroma mais delicado em relação às folhas e conservam propriedades benéficas.

Outras flores mais vistosas como as rosas, papoilas, a camomila, malmequeres, cravo, petúnias, podem perfumar e colorir pratos, doces e macedónias, a borragem, as margaridas…

Nas saladas a capuchinha acrescenta um sabor picante, enquanto a borragem oferece um saber bem fresco. Com as flores de sabugueiro e da acácia fazem-se deliciosas frituras, doces ou salgadas, com polme ou sem ele.

As flores na cozinha permitem decorar pratos, desde sopas às sobremesas e serem comidas com delicadeza.

 

Favas com enchidos desidratados e rebentos de ervilhas

Numa sertã com fundo de azeite, saltear com 2 dentes de alho picado 200gr de favas cozidas e descamisadas.  Num tabuleiro de ir ao forno colocar 1 folha de papel vegetal, juntar 100gr de chouriça de carne, 100gr de presunto e 100gr de salpicão, cortado em pequenos cubinhos e levar ao forno para desidratar. Num tacho com água a ferver, temperada de sal e com 1 colher de vinagre, adicionar 4 ovos, um de cada vez, deixar por 2 minutos. Com a ajuda de uma escumadeira retirar e escorrer.

As flores podem ser escolhidas a gosto, neste caso, escolhi rebentos de ervilhas. O empratamento segue as indicações por ordem no prato.

A foto, mostra uma entrada, mas pode ser convertida em prato principal.

Bom apetite!

Um abraço gastronómico.



Mário Moreira

Posts relacionados