ORÇAMENTO DA MEALHADA DE MAIS DE 24 MILHÕES É O MAIOR DE SEMPRE E CONCRETIZA OBRAS EM CURSO

DO OUTRO LADO

A Câmara da Mealhada aprovou, por maioria, em reunião do Executivo Municipal, o Orçamento Municipal para 2023, no valor de 24,254 milhões de euros, o mais alto de sempre e que traduz a concretização de várias obras avultadas, nomeadamente a construção do novo edifício dos Paços do Concelho, bem como o reforço de verba para as juntas de freguesia e a aposta na requalificação do espaço público. 

“O Orçamento e Grandes Opções do Plano para 2023 evidenciam a visão e a ambição do programa sufragado, com o qual pretendemos afirmar e projetar o concelho, enquadrado na estratégia de desenvolvimento integrado e sustentado defendida para a região, bem como posicioná-lo como um território amigo para residir, para visitar, para trabalhar e para investir”, afirmou o presidente da Câmara Municipal da Mealhada, António Jorge Franco. 

Com um valor de 24.254.530,00 euros, o autarca destaca a intervenção no Espaço Público, com a qualificação dos centros urbanos das freguesias, incluindo Antes e Ventosa do Bairro, e de algumas aldeias, e o reforço de verba para as juntas de freguesia que, entre delegação de competências e projetos de promoção e salvaguarda das populações, receberão quase meio milhão de euros (459.254,00€). “Se queremos atrair pessoas temos que dar resposta a vários níveis, desde a celeridade de reposta nas obras particulares à limpeza, funcionalidade e embelezamento do nosso território”, sublinhou o autarca. 

Assim, o Orçamento prevê uma verba global de cerca de três milhões de euros para construções diversas, desde pavimentações a arruamentos, requalificações e ampliações de zonas industriais. 

No que se refere a obras em curso, estão salvaguardados cerca de seis milhões (6.213.476,00€), destacando-se a construção do novo edifício municipal, cuja verba ascende a 3 milhões, em 2023, a recuperação do “Chalet Suisso”, dotada de quase dois milhões de euros (1.905.505,00€), bem como a obra de transformação das Antigas Garagens do Palace do Bussaco em centro de acolhimento ao turista, contemplada com cerca de um milhão de euros. Verba assinalável, que ultrapassa os 5 milhões de euros, é destinada à instalação de serviços. 

Cerca de um milhão de euros serão afetos a Instalações desportivas, nomeadamente ao término das obras na Piscina Municipal da Mealhada e do Campo de Futebol Municipal do Luso.

Mais de um milhão e meio de euros será investido nas redes de captação e distribuição e água, nomeadamente no sistema de controlo de perdas e na Ligação de sistemas em alta e baixa. 

Em suma, as propostas constantes do Orçamento de 2023 consubstanciam-se em dez compromissos vitais para a construção de um concelho mais atrativo e dinâmico: requalificar e valorizar o espaço público, retomar o projeto Luso – Destino de Saúde, Beleza e Bem-Estar, posicionar a Pampilhosa no âmbito da especialização estratégica da região, identificar o potencial de afirmação de cada freguesia, melhorar a mobilidade, com mais e melhor estacionamento periférico, e construção de zonas pedonais/ciclovias concelhias, atrair novos residentes para o concelho, com mais habitação, construída sob critérios de sustentabilidade e de promoção da vivência comunitária, a preços controlados, promover a instalação de novas empresas e iniciativas empreendedoras, geradoras de riqueza e de emprego qualificado, incentivar e potenciar a intervenção e participação dos jovens na construção de um concelho coeso e sustentável, apostar na Cultura e no Desporto como fatores de coesão social e requalificar o Rio Cértima e seus afluentes e promover dinâmicas sustentáveis de valorização das suas margens. 

O Orçamento e Grandes Opções do Plano para 2023 seguem para aprovação da Assembleia Municipal da Mealhada.

Posts relacionados