Scroll Top

MUSEU MUNICIPAL DE COIMBRA E CENTRO DE ARTE CONTEMPORÂNEA COM PROGRAMAS DE VERÃO E NOVAS EXPOSIÇÕES EM JULHO

DO OUTRO LADO

O Museu Municipal de Coimbra (MMC) e o Centro de Arte Contemporânea de Coimbra oferecem, durante o mês de julho, um conjunto de atividades dirigidas aos mais novos, integradas em programas de férias de verão. Na programação do MMC, está ainda prevista a inauguração das exposições “Soutenir”, de Maria Beatitude, e “Don’t Get Emotional”, de Sónia Honóriom. Já no CACC vai ser inaugurada a exposição “Linha Móbil”, com obras de Ângelo de Sousa, Daniel Blaufuks, Helena Almeida, Jorge Molder, Jorge Queiróz, José Loureiro, José Lourenço, José Pedro Croft, Julião Sarmento, Nadir Afonso, Paulo Catrica, Paulo Nozolino, Pedro Calapez, Roland Fischer e Rui Sanches.

O MMC preparou um conjunto de oficinas para crianças, com o objetivo de ocupar os tempos livres dos mais novos nas férias de verão. O programa está disponível de terça a sexta-feira, no horário das 10h00 às 16h00 (duração de 90 minutos), e pretende motivar aprendizagens que valorizem a curiosidade e a criatividade, tendo como ponto de partida o contacto com a arte e a história da cidade de Coimbra. É dirigido a grupos de crianças do pré-escolar, ATL’s ou centros de férias, com idades compreendidas entre os 3 e os 12 anos e as inscrições devem ser efetuadas através do telefone 239 840 754 ou do email museu.municipal@cm-coimbra.pt.

A oficina “Tangram do Manuel Caeiro!” está disponível até ao dia 7 de julho (Edifício Chiado), enquanto as oficinas “Representações 2D que se transformam em 3D, com a tua ajuda!” (Sala da Cidade), “A seteira da Torre de Almedina!” (Torre de Almedina) e “Legos para que vos quero!” (vários espaços do MMC) estão disponíveis durante todo o mês de julho e agosto. A oficina Legos para que vos quero!” estende-se mesmo até ao dia 15 de setembro. 

O CACC também preparou um programa de verão para os meses de julho e agosto. A proposta é refrescar o corpo e a mente com as atividades dos kits, desde colagens, construções 3D e/ou oficinas de escrita. O público-alvo é o pré-escolar, ATL’s e Centro de Férias (mínimo cinco e máximo 20 participantes). O horário é o habitual, de terça a sexta-feira, das 10h00 às 16h00. A participação é gratuita, mas requer marcação prévia através do telefone 239 828 052 ou do email centroartecontemporanea@cm-coimbra.pt.

A programação do MMC conta, ainda, com duas inaugurações. No dia 20 de julho, às 18h00, vai ser inaugurada, na Sala de Exposições Temporárias do Edifício Chiado, a exposição “Soutenir”, de Maria Beatitude, no âmbito do 14º Festival das Artes Quebra Jazz, onde se celebra “As Manhãs dos Séculos” em Coimbra. A inauguração vai contar com a presença do presidente da Câmara Municipal (CM) de Coimbra, José Manuel Silva. Esta mostra vai estar patente até 10 de setembro, no Edifício Chiado, de terça a sexta-feira, das 10h00 às 18h00 e sábados e domingos, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00. 

Já no dia seguinte, 21 de julho, é inaugurada, às 15h30, a exposição “Don’t Get Emotional”, de Sónia Honóriom, na Galeria Almedina. A inauguração vai contar com a presença do vice-presidente da CM de Coimbra, Francisco Veiga. “Don’t Get Emotional” vai estar na Galeria Almedina até 17 de setembro, de terça a sexta-feira das 10h00 às 18h00. e sábados e domingos, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

Na programação de julho destaque, também, para as visitas dramatizadas de “O Guarda-Chaves passeia pela Baixa”. O ator Ricardo Kalash vai passear pela baixa e falar sobre o crescimento desta zona histórica nos dias 1, 15 e 22 de julho. O ponto de encontro destas visitas é o Edifício Chiado, às 18h00. Dias 8 e 29 de julho, o Guarda-Chaves vai desvendar o Pátio da Inquisição. O ponto de encontro é o Teatro da Cerca de S. Bernardo, também às 18h00. A participação nestas atividades requer inscrição através do telefone 239 718 238 ou do e-mail geral@aescoladanoite.pt.

Já no CACC vai ser inaugurada a exposição “Linha Móbil”. Nesta mostra, vão estar expostas obras de Ângelo de Sousa, Daniel Blaufuks, Helena Almeida, Jorge Molder, Jorge Queiróz, José Loureiro, José Lourenço, José Pedro Croft, Julião Sarmento, Nadir Afonso, Paulo Catrica, Paulo Nozolino, Pedro Calapez, Roland Fischer e Rui Sanches.

Até ao dia 10 de julho, o programa “De Portas Amplamente Fechadas” está, novamente, disponível no CACC, e dele fazem parte um conjunto de iniciativas reveladores dos bastidores deste espaço expositivo. Entre as atividades, um “workshop de processos de embalamento e transporte de obras de arte e oficinas de curadoria”. A atividade é para maiores de 15 anos (grupos com o mínimo de seis e máximo de 12 pessoas). O horário é de terça a sexta-feira, das 10h00 às 16h00. Neste âmbito, vão ser realizadas, também, duas oficinas: “Desenho gigantes! Cabemos numa folha de papel?” e “Desenhos Verticais! As paredes como suporte!”. As oficinas são dirigidas ao público pré-escolar, ATL’s e público geral e decorrem igualmente de terça a sexta-feira, das 10h00 às 16h00. De referir, ainda, que vão ser lançados, a 26 de julho, dois kits didáticos “Ativação e Mediação”, na sequência da exposição “Linha Móbil”. Os kits de Roland Fischer – Estruturas – e de Daniel Blaufuks – A porta do escritório. Dia 22 de julho, às 16h00, vai ter lugar a Oficina Artsketchers (no quarto sábado do mês). Trata-se de uma oficina de desenho assistido. A oficina é destinada a maiores de 18 anos, a inscrição é gratuita e as vagas limitadas. O material é da responsabilidade do participante. A participação nas várias atividades é gratuita, mas requer marcação prévia através do telefone 239 828 052 ou do e-mail centroartecontemporanea@cm-coimbra.pt

Importa, ainda, recordar que no dia 22 de julho (quarto sábado do mês), o acesso é livre no Centro de Arte Contemporânea e no Museu Municipal de Coimbra, promovendo-se, desta forma, a acessibilidade a todas as franjas de público.

Posts relacionados