Scroll Top

#MONTEMORSENTEIGUALDADE E CONTINUA A HOMENAGEAR AS MULHERES

DO OUTRO LADO

“Que cada uma de nós se sinta empoderada para todos os dias se afirmar, dar o seu melhor e deixar a sua marca”, asseverou, no dia 8 de março, a vereadora Diana Andrade, na inauguração dos Degraus para a Igualdade, em Montemor-o-Velho, por forma a assinalar o Dia Internacional da Mulher.

 

A iniciativa, desenvolvida pelo Município e com a colaboração dos alunos e professores da Escola Profissional e Desenvolvimento Rural do Baixo Mondego, pretende alertar para as assimetrias e desigualdades que ainda persistem na nossa sociedade, tendo contado com a presença de funcionárias e dirigentes do Município e dos alunos e alunas que deram mais cor aos degraus.

 

Ao lembrar o trabalho desenvolvido em prol da igualdade de género, cidadania e não discriminação no concelho e as críticas feitas ao projeto, a vereadora com o pelouro da Cidadania, Igualdade e Voluntariado frisou: “Cada vez que alguém se insurge mais com umas escadas coloridas, que deliberadamente representam o amor livre, do que com as 24 mulheres que morreram o ano passado vítimas de violência doméstica, ou com as vítimas da mutilação genital feminina ou com as desigualdades salariais entre homens e mulheres, nós temos a certeza de que estamos no caminho certo e que continuamos a ter mais degraus para pintar em Montemor-o-Velho, no país e no mundo”. “A luta continua sempre, por mim, pela minha filha, pelas vossas filhas, pelas vossa netas e por vocês mesmas”, reiterou Diana Andrade.

 

Com palavras de reconhecimento e elogio “à força, entusiasmo, coragem e arrojo” que a vereadora aplica na defesa da causa feminina, o presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, Emílio Torrão, reiterou que “todos os dias são dias da Mulher” e sublinhou: “Gostaria que estas escadas perpetuassem este dia que simboliza a luta e a afronta a quem não respeita a liberdade e a criatividade”.

 

Depois dos Degraus para a Igualdade, o Dia Internacional da Mulher, em Montemor-o-Velho, foi o mote para a inauguração da Moldura Urbana na frente ribeirinha.

Com um enquadramento privilegiado para o Castelo e com propósito de promover o debate e a luta pela igualdade, os/as visitantes são desafiados a fazer uma fotografia na moldura e a fazer a sua partilha nas redes sociais com a hashtag #montemorsenteigualdade.

Posts relacionados