Scroll Top

MEALHADA DISTINGUIDA PELO IPDJ COM PRÉMIO DE BOAS PRÁTICAS DE VOLUNTARIADO JOVEM

DO OUTRO LADO

O Município da Mealhada foi distinguido com o Prémio Regional de Boas Práticas de Voluntariado Jovem, do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) numa cerimónia que decorreu em Estarreja. Já no final de novembro o Município havia sido distinguido como “Melhor Entidade Pública Promotora de Voluntariado Jovem”, pelo IPDJ. 

Este prémio do IPDJ tem como objetivo “reconhecer a organização e/ou promoção de atividades de voluntariado jovem e potenciar modelos de organização”. 

“Este é o reconhecimento do trabalho realizado em 2022 e um enorme incentivo aos jovens e aos serviços municipais, principalmente ao CIA e à Zona 231 Mealhada. A participação ativa dos jovens é essencial para o crescimento da nossa comunidade e é isso que sentimos, diariamente, com os desafios que nos colocam. 2023 está a desenhar-se de forma muito positiva e é muito motivador trabalhar assim”, realça Hugo Silva, vereador com o pelouro da Juventude. 

Tal como a distinção recebida em novembro, este prémio refere-se ao programa “Voluntariado Jovem para a Natureza e Florestas na Mealhada”, que foi ancorado no Centro de Interpretação Ambiental, envolvendo outros setores da autarquia, como os da Juventude, da Educação e do Ambiente. Durante 15 dias, 12 jovens envolveram-se em múltiplas iniciativas, desde a limpeza de lagos e sargetas à criação de caixas-abrigo ou compostores, recolha e separação de resíduos, recolha de beatas, bem como participação em ações de controlo de acácia e erva-das-pampas e em ações de sensibilização e educação ambiental junto de crianças.  

Com este prémio, o IPDJ procura reconhecer a organização e/ou promoção de atividades de voluntariado, ao abrigo dos Programas Agora Nós e Voluntariado Jovem para a Natureza e Florestas, com práticas com impacto junto da comunidade e determinantes para a aquisição pelos jovens voluntários, através da aplicação de metodologias de educação não formal e informal, de competências pessoais e sociais e de hábitos de participação cívica.

Posts relacionados