Scroll Top

FUNCIONÁRIO DE COMPANHIA AÉREA SUSPEITO DO CRIME DE TRÁFICO DE DROGA 

atualidade

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um funcionário de uma companhia aérea por fortes suspeitas da prática do crime de tráfico ilícito de estupefacientes que, por via, da facilidade de movimentos e de acessos que detinha, retirava a droga de dentro do Aeroporto de Lisboa para o exterior. 

  

No decurso desta operação procedeu-se, ainda, à apreensão de cerca de 150 mil doses individuais de cocaína, provenientes de um voo oriundo da América do Sul. 

  

A detenção ocorreu na sequência de uma investigação desenvolvida pela Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes da PJ, relacionada com atividade de grupos criminosos que se dedicam à introdução de produtos estupefacientes em Portugal, através de voos de linha aérea regular. 

  

Nesta operação, a PJ contou com o apoio da Divisão de Segurança Aeroportuária do Aeroporto Humberto Delgado da Polícia de Segurança Pública. 

  

O detido, de 33 anos, ficou em prisão preventiva. 

Posts relacionados