Scroll Top

FORA DA CAIXA 12: A ÉTICA NÃO É PARA MENINOS

Opiniao

Bastará trazer à tona o que há de pior nos adversários para que estes se derrotem a si mesmos.

Idem para aliados e espetadores.

Em especial para estes últimos que são os que, com o seu voto, legitimarão os próximos potenciais utilizadores das cadeiras onde se acomodam excelsas nádegas.

Só que tudo isto custa muito dinheiro, um capital de risco, que em caso de sucesso terá retornos elevados e garantidos.

Assim os investimentos são diversificados e dispersos pelas partes em jogo: tanto ao Rei como ao Papa, tanto ao Diabo como a Deus.

Os defeitos dos adversários, e poderíamos até dizer inimigos, em nós e nos nossos amigos passarão a ser virtudes.

A Ética não é para meninos.

Manuel Ribeiro

Músico, engenheiro

Posts relacionados