Scroll Top

FESTIVAL DO ARROZ E DA LAMPREIA PROMOVEU ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E DIVERTIDA 

DO OUTRO LADO

Ao sabor do versátil e sempre surpreendente arroz Carolino do Baixo Mondego, a tenda do Festival do Arroz e da Lampreia voltou a ser também um espaço de promoção da alimentação saudável, da dieta mediterrânica e, para os mais pequenos, mais uma forma de aprender a comer e a preparar refeições simples e saudáveis. 

  

O Mini-chef, nos dias 17 e 24 de março, proporcionou às crianças a oportunidade de aprender mais sobre os produtos locais e criar um novo elo de ligação ao festival que, este ano, teve a participação de Mafalda Teixeira, conhecida atriz e influencer, com a sua Funny Cook. 

  

As bolachas de arroz e os biscoitos de farinha de arroz foram o ponto de partida para a criação de coloridas e saborosas criações gastronómicas propostas pelos/as mini-chefs. 

  

No primeiro fim de semana, a atividade contou ainda com a participação do projeto “A comer é que a gente se entende!” que tem como missão promover a dieta mediterrânica, incentivar hábitos alimentares saudáveis e combater o desperdício alimentar. 

  

A iniciativa é liderada pela CoimbraMaisFuturo, em articulação com as associações ADELO, ADIBER, ADICES, DUECEIRA, Pinhais do Zêzere, Terras de Sicó e com a Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (CIM-RC). 

No último domingo, o público ficou a conhecer as propostas gastronómicas feitas com cogumelos. O projeto Cogumelos ‘do Prado ao Prato’ procurou sensibilizar o público para os benefícios do uso dos cogumelos na alimentação. Assim, pela mestria do chef Paulo Queirós, foram preparadas algumas sugestões que contemplaram também o uso do sempre versátil e saboroso arroz Carolino do Baixo Mondego. 

  

Recorda-se que o projeto é coordenado pela Universidade de Coimbra, sendo financiado no âmbito da iniciativa Alimentação Sustentável da Agenda de Inovação para a Agricultura 2020-2030. 

Posts relacionados