Scroll Top

ENTREVISTA RELÂMPAGO COM MANUEL EVANGELISTA JORGE

manuel evangelista jorge

Manuel Evangelista Jorge tem um passado ligado ao desporto e ao associativismo. Reside no Seixo. Leia aquilo que tem para dizer.

Que me podes dizer do tempo em que te dedicaste ao desporto e ao associativismo?

Para mim, são e foram dois caminhos fundamentais na evolução corporal no que concerne à estrutura óssea e músculos, para além da formação inter-geracional que se aprende no seio do associativismo. Por isso, foram tempos bem vividos, com alguns acidentes de percurso, mas dos quais tenho imensas saudades e ainda grandes amizades. 

Foram tempos positivos?

Claro, foram tempos muito positivos, desde logo pela relação criada com as pessoas, desde dirigentes da F.P.F., das Associações Distritais, da D.G.D., dos Clubes e das Câmaras Municipais, até aos Treinadores, Jogadores, Massagistas, Roupeiros e Motoristas.

Tens saudades de todos aqueles com quem lidaste?

Tenho saudades de quase todos aqueles com quem lidei, alguns dos quais, poucos, mas alguns, já não pertencem ao mundo dos vivos.

Queres falar de alguém que te tenha marcado?

Quero: FRANCISCO ANDRADE. E basta dizer, sendo um dos expoentes máximos da FORMAÇÃO em Portugal, não me marcou só a mim, mas a centenas e centenas de pessoas intervenientes nesse grande movimento da Formação. 

Hoje, voltarias a fazer tudo outra vez?

Se fosse hoje, voltaria a fazer quase tudo outra vez, pois a progressão na carreira sempre obriga a corrigir atitudes e ensinamentos.

Posts relacionados