Scroll Top

ECONOMIA (É) CRIATIVA EM MONTEMOR-O-VELHO

DO OUTRO LADO

No dia 8 de julho, realizou-se, durante a tarde, na Capela de Santo António, em Montemor-o-Velho, o workshop Economia Criativa na Região de Coimbra.

A iniciativa teve como objetivo sensibilizar e promover a interação dos agentes dos setores artístico, cultural e criativo da Região e contou com a presença de 25 participantes das áreas do associativismo, da hotelaria e do artesanato do concelho.

Promovido pelo Jazz Ao Centro Clube (JACC) e pelo MATE, com o apoio da Direção-Geral das Artes e da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (CIM RC), o “Ciclo de Workshops – Economia Criativa na Região de Coimbra” encontra-se a percorrer a Região com o intuito de sensibilizar para a potencialidades da Economia Criativa no desenvolvimento do território.

A sessão foi dinamizada por Eron Quintiliano (empreendedor e gestor cultural, produtor) e Hélder Bruno Martins (etnomusicólogo, investigador e consultor sénior-perito em ICC certificado e músico).

 

 

Informação Complementar:

Dinamizadores da sessão:

HÉLDER BRUNO MARTINS. Nasceu em Coimbra, em 1976, e reside desde sempre na Lousã. É doutorado em etnomusicologia pela Universidade de Aveiro (2020), mestre em ciências musicais pela Universidade de Coimbra (2005), licenciado em Educação Musical pela ESEC (1999). É consultor sénior – perito em ICC certificado, especialista externo da Direção Geral das Artes, consultor associado da Tom Fleming Creative Consultancy e da Cherry Blossom.

Tem trabalhos produzidos nas áreas da música, da cultura, da economia e da política, dos quais se destacam o livro “Jazz em Portugal (1920-1956)” (Almedina, 2006) – o primeiro trabalho académico em Portugal sobre o fenómeno do jazz -, artigos científicos, prefácios de livros, conferências. É coordenador científico da pós-graduação em Gestão das Indústrias da Música (Coimbra Business School)

Enquanto compositor e pianista, editou dois álbuns de originais: “A Presença, serena e terna” (2018) e “Under a Water Sky” (Lusitanian, 2022). Ambos com o apoio da Antena 2 e considerados um dos melhores álbuns dos anos respetivos. Em maio de 2023, recebeu o prémio de “best world music performance” na edição dos International Portuguese Music Awards – TAP Air Portugal.

ERON QUINTILIANO. Empreendedor, produtor cultural e fundador do MATE – Música, Arte, Tecnologia e Educação, festival anual que se realiza em Porto Alegre e que, a partir de 2023, conta também com um evento na Europa, resultante de um projeto em parceria com a CIM-RC, o Jazz ao Centro Clube (Coimbra, Portugal), Nordesía (Santiago de Compostela, Espanha) e Principal (Tessalónica, Grécia). Com formação em Geografia e Administração de Empresas, dedica-se há quase 20 anos à produção cultural, tendo sido produtor de artistas como Marcelo D2 e Vanessa da Mata.

Colaborou em projetos educativos e sociais como a Matilha Cultural (São Paulo) ou a Biblioteca Parque (Rio de Janeiro).

É o criador do projeto Rádio Pessoas, dedicado à música e cultura dos países e regiões que falam a língua portuguesa

 

Posts relacionados