Scroll Top

COMUNICA-TE JOVEM! – EDIÇÃO INVERNO TEM COMO TEMA O TRÁFICO DE SERES HUMANOS

DO OUTRO LADO

A edição de inverno do “Comunica-te Jovem!”, um espaço de debate de temas da atualidade dinamizado pela Juventude Zona 231 e pela Equipa para a Igualdade na Vida Local, vai realizar-se dia 23 de fevereiro, no Cineteatro Messias, tendo como tema o tráfico de seres humanos. Em paralelo estará exposta, de 19 a 26 de fevereiro, a exposição “Mercadoria Humana 4 – Também acontece aqui”, da Saúde em Português.

Depois da abordagem de temas como a sustentabilidade, ambiente, cultura, cidadania, direitos humanos e igualdade de género nas anteriores edições do “Comunica-te Jovem!”, a edição de inverno propõe aos jovens o tema do tráfico de seres humanos nas suas diversas vertentes, nomeadamente no que se refere à sinalização / denúncia, aos centros de acolhimento e proteção para vítimas para crianças e jovens e para vítimas do sexo masculino e ainda no que respeita ao papel da tecnologia no tráfico.

Este espaço de audição e partilha com (e entre) os jovens assenta no método de world café, com mesas de jovens dinamizadas por convidados como Vera Carnapete, da Associação para o Planeamento da Família, Marco Carvalho, da Saúde em Português, Constança Páris e Camila Marques, da He for She Coimbra e Ana Rita Brito – Akto – Direitos Humanos e Democracia.

O objetivo do “Comunica-te Jovem!”, criado em 2021, pelo Setor da Juventude (Gabinete de Inovação e Juventude), é desafiar os jovens a explorar temas relevantes e do seu interesse, no ambiente informal e de partilha que carateriza o projeto Juventude Zona 231.

No âmbito da temática, estará patente, no Cineteatro Messias, de 19 a 26 de fevereiro, a exposição de fotografia “Também acontece aqui”, da autoria de Hugo Pinheiro, criada no âmbito do projeto «Mercadoria Humana 4– Projeto de Sensibilização em Tráfico de Seres Humanos» que a associação Saúde em Português promoveu entre 2019 e 2022. Constituída por sete grandes painéis, exibe várias formas de exploração, nomeadamente, laboral, na agricultura, na construção civil, no futebol e na pastorícia; a exploração sexual, a mendicidade forçada e a servidão doméstica.

“Este é, de facto, um tema intenso e muito atual para o qual é imperioso os nossos jovens estarem despertos e atentos. Esperamos, por isso, uma grande participação, como de resto tem acontecido nas edições do Comunica-te Jovem!”, afirma Hugo Silva, vereador com o pelouro da Juventude.

As inscrições podem ser feitas em https://bit.ly/comunicate_fev24

Posts relacionados