Scroll Top

CENTRO DE INTERPRETAÇÃO AMBIENTAL DA MEALHADA CONTA 35 MIL PARTICIPANTES EM SETE ANOS DE ATIVIDADE

DO OUTRO LADO

O Centro de Interpretação Ambiental da Mealhada (CIA) assinala, esta semana, o sétimo aniversário atividade dirigida a públicos tão diferenciados como o pré-escolar, primeiro ciclo, secundário ou terceira idade. Em sete anos, já passaram pelas múltiplas atividades cerca de 35 mil pessoas. 

Se nos últimos dois anos a ligação do CIA à comunidade foi mais à distância, devido à pandemia,  através do novo site (ciamealhada.cm-mealhada.pt), este ano a atividade presencial voltou em força, com os grupos de crianças, jovens e idosos do concelho e também de instituições da região.  Desde janeiro de 2021 que passaram pelo CIA cerca de 9 mil pessoas, recuperando a tendência crescente que se verificava até 2019, ano em que se registaram 6969 participantes.

Criado em outubro de 2015 pelo Município da Mealhada, o CIA tem como missão informar, educar e alertar para os desafios da preservação da natureza e do nosso planeta, através da dinamização de diversas iniciativas direcionadas aos diferente públicos: oficinas, jogos interativos, sessões de informação e de sensibilização, exposições e acolhe ainda projetos específicos como o programa Eco-Escolas, da Associação Bandeira Azul da Europa, e o Projeto Rios, da ASPEA – Associação Portuguesa de Educação Ambiental. 

“Trata-se de um espaço importantíssimo de intervenção na comunidade. Numa época em que é premente chamarmos todos à questão ambiental, o CIA assume esse papel, logo com as crianças e jovens, mas vai mais além e envolve também a comunidade sénior. E é de facto uma mais valia para a comunidade, como se pode verificar, por exemplo, com a oficina de armadilhas de vespas asiáticas que, sendo construídas pelos jovens, são depois entregues à população”, sublinha Gil Ferreira, vereador da Educação. 

 

O CIA

Inaugurado em outubro de 2015, o CIA é um espaço lúdico e educativo, equipado com modernos meios audiovisuais e preparado para realizar as mais diversas atividades pedagógicas, desde oficinas diversas a exposições e conferências. Tirando partido da mancha verde em que se encontra – O Parque da Cidade da Mealhada –, o CIA procura transmitir mensagens ambientais usando, sempre que possível, o Parque, seja em jogos de educação ambiental, em percursos de descoberta da natureza ou experiências e desafios de equipas. Todas estas iniciativas são inseridas em espaços temporais específicos, como a Semana da Floresta Autóctone ou as férias escolares, havendo também atividades direcionadas a grupos de escolas e IPSS. 

Posts relacionados