Scroll Top

ALEGRIA, PAIXÃO, 400 MARCHANTES E MUITO PÚBLICO NAS MARCHAS POPULARES DE SANTO ANTÓNIO 

DO OUTRO LADO

“A cultura de Montemor-o-Velho está viva! Hoje os nossos marchantes mostram-nos que são verdadeiramente apaixonados pelo seu território, pelas suas freguesias, pelas suas origens”. Foi desta forma que a vereadora da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, Diana Andrade, abriu o inesquecível desfile das Marchas Populares de Santo António, que no dia 16 de junho encheu de alegria, cor e convívio o Mercado Municipal de Montemor-o-Velho.

 

No culminar de vários meses de trabalho e dedicação, cerca de 400 marchantes de 8 marchas do concelho – mais duas do que no ano passado -, apresentaram os seus trajes, coreografias e músicas vibrantes, valorizando uma tradição que continua a ser vivida intensamente e é abraçada com entusiasmo pelas novas gerações. “Quando alguém se envolve desta forma em prol da sua cultura, quando alguém disponibiliza o seu tempo para ensaiar, costurar, fazer arcos e conviver, sabemos que estamos também a defender o nosso território e a preservar o nosso património imaterial. Nós defendemos com mais intensidade aquilo que verdadeiramente amamos”, expressou Diana Andrade.

 

Na companhia de membros do executivo municipal e dos presidentes e membros dos executivos de Juntas e Uniões de Freguesias do concelho representadas no desfile, a vereadora da Câmara Municipal agradeceu às centenas de pessoas presentes que tornaram a noite ainda mais especial. “Não há festa sem o vosso calor, o vosso apoio e as vossas palmas, sem os vossos sorrisos que vão retribuir o esforço de todas as pessoas que têm preparado as marchas”, frisou.

 

As Marchas Populares da Filarmónica de Instrução e Recreio da Abrunheira, do Grupo Recreativo Revelense, do Rancho das Cantarinhas Flores das Tricanas de Abrunheira, da Carapinheira, da Santa Casa da Misericórdia de Montemor-o-Velho e do Centro Social e Paroquial de Meãs do Campo, que se apresentou também com uma marcha infantil, foram as estrelas maiores da noite e arrancaram ovações e sorrisos infinitos do público.

 

Com vista a reforçar a iniciativa das Marchas Populares enquanto espaço de construção coletiva, recorde-se que o Município concedeu um apoio de 300€ a cada marcha participante, tendo ainda previsto apoio logístico para acompanhamento musical, de 25€ por instrumentista até ao limite de 200€, desde que efetuado por associações com contratualização ao abrigo do Regulamento Municipal do Apoio ao Associativismo Cultural, Recreativo e Turístico de Montemor-o-Velho.

 

Dando como exemplo iniciativas como o “Castelo Sente” – e o envolvimento de grupos e associações concelhias neste programa cultural regular – ou a Feira do Ano “que promove o nosso território e traz pessoas de toda a região”, Diana Andrade vincou ainda que o Município “está verdadeiramente empenhado na promoção da cultura do NOSSO território”, um trabalho apenas possível com a “mobilização e paixão” da população e associações.

 

Organizadas pelo Município de Montemor-o-Velho, as Marchas Populares de Santo António contaram com a colaboração das Juntas de Freguesias da Carapinheira, Meãs do Campo e Tentúgal e as Uniões de Freguesias de Montemor-o-Velho e Gatões, e Abrunheira, Verride e Vila Nova da Barca.

 

Informações complementares das marchas presentes no desfile:

 

União de Freguesias de Abrunheira, Verride e Vila Nova da Barca

 

1 – Marcha Popular da Filarmónica de Instrução e Recreio da Abrunheira

 

81 participantes

 

Tema: Alegria

 

Música: “A minha família” / “A minha escola”

 

Arranjo de Pedro Fernandes e Jesus Cotovio

 

Ensaiador: Diogo Torres

 

Modista: Jesus Cotovio

 

 

2 – Marcha Popular do Grupo Recreativo Revelense

 

29 participantes

 

Tema: Os estudantes e as tricanas de Coimbra

 

Música: Marcha de Reveles (Letra de Guida Oliveira) / A paisagem de Reveles (ex-libris de Reveles) / As fogueiras de S. João

 

Padrinhos: José da Costa Carvalho e Guida Carvalho

 

Ensaiadores: Ruben Costa e Rui Fernandes

 

Modistas: Helena Almeida e Sara Marques (desenho) / Alexandra Batista e Guida Oliveira (implementação)

 

 

3 – Marcha Popular do Rancho das Cantarinhas Flores das Tricanas de Abrunheira

 

36 participantes

 

Tema: Abrunheira de antigamente

 

Música: “Canta Abrunheira”

 

Arranjo Musical: Vítor Cavaleiro

 

Ensaiador: António Inácio

 

Modistas: Augusta Freitas, Jesus Cotovio e Lurdes Coelho

 

Designer de Moda: Manuela Neves

 

 

Freguesia da Carapinheira

 

4 – Marcha Popular da Carapinheira

 

71 de participantes

 

Tema: Tradição da Nossa Senhora das Dores

 

Música: Passa a cantar Carapinheira” | LACAM – Arranjo de Mauro Pombo

 

Padrinhos: Tiago Rama e Célia Pardal

 

Ensaiador: Freddy Silva

 

Modista: Paula Simões

 

 

Freguesia de Meãs do Campo

 

5 – Marcha Popular do Centro Social e Paroquial de Meãs do Campo

 

110 participantes

 

Músicas: “35 anos do Centro Social” e “10 anos de marchas”

 

Ensaiadores: Teresa Tomé e Susana Lavrador

 

Modista: Centro Social e Paroquial de Meãs do Campo

 

6 – Marcha Popular Infantil do Centro Social e Paroquial de Meãs do Campo

 

Música: “25 Abril”

 

Ensaiadores: Sara Santos e Filomena Santos                    

 

Modista: Fátima Cadima

 

 

União de Freguesias de Montemor-o-Velho e Gatões

 

7 – Marcha Popular da Santa Casa da Misericórdia de Montemor-o-Velho

 

40 participantes

 

Tema: A diversidade Cultural

 

Música: Diversidade Cultural – arranjo de Tiago Cordeiro

 

Padrinhos: Susana Grou e Bruno Maciel

 

Ensaiador: Paulo Almeida

 

Modistas: Conceição Tejo e Gracinda Marques

 

 

Freguesia de Tentúgal

 

8 – Marcha Popular da Associação Corvo e Pinho

 

13 participantes

 

Tema: ONOSSOTENTUGAL

 

Música: mix de músicas

 

Padrinho: José Craveiro (Presidente)

 

Ensaiador: Alexandre Bernardo

 

Modista: Estrela

Posts relacionados